01/03/2019

 

Aluna de especialização do Nead é aprovada em 2º lugar no mestrado da UFPI

A ex-aluna do curso de especializaçãoem Letras Português do NEAD (Núcleo de Ensino a Distância), Micilane Nascimento dos Santos, de 28 anos, alcançou aprovação para o Mestrado Acadêmico em Linguística, da Universidade Federal do Piauí (UFPI) neste ano de 2019. Ela é natural da cidade de Coelho Neto, graduada em Letras Português Inglês na UEMA (Universidade Estadual do Maranhão), e também obtém uma especialização em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa pela Faculdade Educacional da Lapa (FAEL).

“Estou muito ansiosa para o início do mestrado e espero que ele traga inúmeros benefícios para meu desenvolvimento profissional. Quero agradecer a direção geral e pedagógica, secretários e principalmente aos professores que constituem a pós-graduação que participei no NEAD. Sem eles, não conseguiriam alcançar essa aprovação”, destaca Micilane Nascimento, 2° colocada no mestrado em Linguística, da UFPI.

A estudante, ainda, acrescenta a importância da verticalização da pesquisa com a sua orientadora de TCC, Ana Maria Nunes. “Fiz meu TCC sobre o ensino de língua materna e a influência da variação linguística nesse ensino. Procurei no projeto de mestrado seguir nessa mesma linha de pesquisa, mudando apenas a forma de abordar a problemática. Durante todas as etapas de seleção tive o apoio dos meus tutores do NEAD, na minha concepção, os materiais fornecidos, juntamente com a didática nas aulas foram fundamentais para obter êxito no processo de seleção do mestrado”, disse.

Atualmente o NEAD conta com 10 doutores e um mestre na área da especialização em Letras Português. Além disso, existe uma biblioteca virtual, com inúmeros livros, disponíveis através da plataforma no site do NEAD, tornado mais acessível e prático o ensino dos alunos.

Segundo a coordenadora do curso de especialização em Língua portuguesa do NEAD, professora Marcia Edilene, são duas turmas já formadas ao longo de 4 anos na modalidade lato sensu. “Nosso trabalho sempre visou capacitar os estudantes para prosseguirem seus estudos no mestrado e doutorado, focando principalmente nos estudos direcionados e projetos de pesquisas. Acreditamos que a aprovação em um Mestrado bastante concorrido, com apenas 7 aprovações, sirva de estimulo para os novos alunos da instituição ”, concluí.

Comunicados